segunda-feira, 7 de setembro de 2015


Saudade fria


Hoje senti a maciez das pétalas vermelhas e o cheiro inconfundível das rosas...

Que sonhos serão os teus do outro lado do mundo?

Revi todas as nossas fotos do último fim de semana...

Que felicidades guardam o teu coração nesse exato momento em que dormes?

Abri minha caixa de lembranças tuas. E então percebi que não era só saudade o que eu estava sentindo... Seu cheiro estava guardado em um dos cartões... um sorriso e um beijo... não eram somente lembranças . Não é só vontade de algo que passou. Não é só saudade!!!
É amor!!! É vida!!! Você vive aqui dentro de mim!
Acende meus desejos, ilumina meus pensamentos, aviva minhas certezas, impulsiona meus sorrisos, abraça meus "pra sempres"!!!

Eu, com você, sou tudooo!!!
Você aquece minha vida!

Volta logo que eu ando com frio... com exceção de quando fecho os olhos... mas confesso: um toque teu é mais quente que mil lembranças... e, saudade, é um negócio que dá tanto frioooo...



terça-feira, 1 de setembro de 2015

Madrugada



Às 5 da manhã minha cabeça ferve. Meu coração acelera e parece que os pensamentos derramam numa erupção de lava...
O sol lá fora nem sonha raiar e eu aqui desejando que seu nascer envie raios que fulminem toda essa ansiedade besta.
Às 5 da manhã as certezas me abandonam. As dúvidas me afogam e a insônia leva embora a vontade de sonhar.
Eu sei que o dia começa às 6.
Às 5, trevas me invadem.
Às 6, a felicidade volta a clarear minhas verdades...
Às 5 da manhã, sou a vida que já passou por mim, sou as questões mal resolvidas e a revolta das injustiças alheias. Não sei se dormir é melhor, porque os pesadelos vem às 5.

Vem logo, 6, amanhecer! E me fazer sonhar as realidadesque eu inventei e que me fazem tão feliz...
Adoro quando minha vida retorna às 6... não às 5...



domingo, 23 de agosto de 2015



Você de terno com uma rosa vermelha nas mãos, um sorriso largo no rosto...
Ao som da nossa música, o ambiente a luz de velas com um jantar sofisticado que vc mesmo fez sobre a mesa... com tudo que eu mais gosto... - vc se lembrooou...
O abraço...
A dança lenta e suave regada a beijos apaixonados...

Nem em sonho, nem em filme, nem nos meus desejos mais profundos...
Eu não sabia o que era "ser romântica" antes de te conhecer...
Até agora meu corpo estremece de pensar nessa noite nossa... aquele meu sorriso frouxo que deslizava pelo rosto, mole, bobo, sem muito freio...
O coração que batia desesperadamente como se quisesse sair do meu peito e entrar no seu...
O seu cheiro... a sua barba... o seu beijo...
A felicidade incontrolável de tudo que pode ser pra sempre... E é!
A certeza da minha vida pra sempre com você!
A segurança de uma felicidade construída bem grudadinha com a sua...

Meu Deus, como eu te amo!!!




sexta-feira, 29 de maio de 2015



Hoje eu Acordei!
A cor dei!
Escolhi cores mais pastéis, mais suaves... nada definitivas... nada intensas... algo que me deixasse em paz...
Tranquilidade
Harmonia
Acordes... perfeitos...
Acordos comigo...
A cor dei!
Hoje eu acordei...



Amar cada vez mais é diretamente proporcional ao aumento de brigas?


quinta-feira, 28 de maio de 2015




"Queria voltar a ser criança porque os joelhos ralados curam bem mais rápido que os corações partidos..." Clarice Lispector

Palavra dita não pode ser 'engolida' de novo... É esquecida por quem a proferiu mas não por quem foi 'atingido' por ela... Eu sei, que feridas emocionais doem muito mais e por muito mais tempo que dores físicas... Tem cicatriz 'invisível' que é eterna...



quarta-feira, 27 de maio de 2015

A vontade de escrever



Sei lá... vamos começar devagar...
Vontade eu tenho, muita, de escrever...
Mas as palavras somem, fogem, voam... porque agora a preocupação não é mais com o que eu sinto, mas com se o que eu digo vai se repetir...
Escrever sobre meus próprios sentimentos sempre foi libertação. Mas tb sempre foi presente pra quem os causou em meu coração...
E de repente... porque escrever?
Se minhas palavras são mera repetição...
Se a impressão causada é de fraude...
"só mais um" ou "mais do mesmo"
Eu não sei o que eu acho mais crueldade: o sentimento que causei ou o que causaram em mim...
Ah, sei lá!
Uma hora passa...
Vamos devagar... eu sei que eu posso escrever sobre qualquer outra coisa. E que ainda assim, vai ser libertação...
Esquece o presente que esse não teve o menor valor... Existem outras formas de se dar 'amor'...
Enfim... já me sinto até melhor... porque o ácido interminável que travava minha garganta se desfez com o vômito dessas palavras e sensações... Eu disse: Escrever é libertação!

segunda-feira, 16 de março de 2015

O Grande Talvez



As últimas palavras do 'poeta' François Rabelais foram:

"Vou em busca de um Grande Talvez..."

Os "Grandes Talvezes" da vida da gente nos fazem não estacionar. Essa falta de certezas, mas a busca de uma continuidade, de algo que faça sentido, e que pode dar certo ou não, mas que vale a pena tentar só pra descobrir, é o Grande Talvez da vida de todo mundo...
Minhas perguntas são um oceano que me afoga a cada dia... as respostas, que eu acho, que eu dou a mim mesma, que eu encontro, que eu invento, que fazem algum sentido, são os pedaços de toco que me salvam desse naufrágio...
Nem sempre me sinto assim tão afogada. Às vezes, deixo de procurar o "Grande Talvez" por ter a certeza de tê-lo encontrado. E às vezes, o grande talvez está só na espera ou no caminho... então o mar não se enche de perguntas mal respondidas...
Eu sei que no fundo, o 'grande talvez' nada mais é do que o rumo que se toma na esperança de que a vida se torne feliz e, até, mais fácil. O 'grande talvez' é a própria esperança. A infinitude da vida. A eternidade do caminhar. A chance de sempre poder alcançar a completude e as respostas. E, visto dessa forma, ele não me assusta... Ao contrário, o grande talvez é uma reticência sorrindo, no meu caminhar...
Mesmo que 'talvez' se pareça muitíssimo com 'se', e eu detestar o 'se'.



sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015





♫ Sexo é escolha
Amor é sorte ♫

♪ Sexo é imaginação
Fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia ♫

♫ Amor é latifúndio
Sexo é invasão ♪

♪ Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval ♫

♪ Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem ♪

♫ Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade ♫♪

♪♫ Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora ♪♪

Trechos de Amor e Sexo, de Rita Lee


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015




"Não me interessa a opinião de quem não toca minha alma..."

Érika K.



quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Gritos do coração



Hey! Te amo!
Esse grito é meu peito que dá, danado, me fazendo pular de susto!
Volta logo porque ele não é suave nem silencioso na tua ausência.

Hey! Te amoO!
Coração dança aqui dentro!
Grita descompassado numa arritmia louca!
Berra desesperadamente na esperança de você ouvir daí, do outro lado do mundo.

Hey! Te amoOo!
É berro que não cabe dentro dele próprio...
Grita de dentro pra fora, fazendo ficar do avesso!!!
Me faz jurar que tu ouves daí também...
- Alô? - E ele não tá nem aí. Liga automático, a qualquer hora e a qualquer momento...
Posso jurar também que teu coração até responde a essa chamada ensandecida...

"Hey! Te amoOoOo!!!"
"Shhhhhhhhhhh!!! Para de gritar!"
"Grito sim, o mais alto que eu posso!!! Pra espantar a saudade que vem feito Bicho Papão, no meio da noite, me devorar."

Hey! Te amo! E te amo! E te amo! E te amoooooo!!!
Num carnaval de emoções barulhento que esquenta minha alma fazendo o seu papel enquanto você não volta...





segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Eu te adoro...

Eu te adoro.

Entre paralelepípedos e catedrais,
Entre igrejas e museus,
Entre caminhadas por ladeiras extensas,
Entre obras famosas que marcaram época,
Eu te adoro

Entre rocamboles e pães de queijo
Entre trilhas e por do sol e "quase" cachoeiras e piscinas naturais,
Entre chuvas ao som de MPB e cachorrinhos quase adotados
Eu te adoro

Entre becos e bosques,
Quadriciclos e cavernas,
E coprólitos e barulhos esquisitos envergonhados, rssssssssss
Entre risadas frouxas e papos sérios,
Eu te adoro

Entre "lavar a égua",
"pede moleque",
"sem eira nem beira"
e "estar enfezado"
Entre as histórias do Brasil e as nossas,
Eu te adoro.

Entre teu sorriso esculpido no meu pensamento
E teu olhar protegendo meu coração,
Entre tua boca me enlouquecendo e
Cafunés e carinhos pra acalmar,
Eu te adoro...

Entre frases "escapulidas" e sentimentos de entrega
Entre o fogo e os segredos
Entre vontades e certezas de sermos os últimos um para o outro...
Eu mais que te adoro

E eu te adoro tanto e tanto e cada vez mais e mais... 
Que talvez esse meu jeito nem seja mais só "te adorar"...